• Comunicação do CRT-RS

II Capacitação dos Conselheiros Regionais é realizada durante o CRT-RS na sua Cidade



No segundo dia do CRT-RS na sua Cidade – Semana Especial em Bagé, 30 de Novembro, como parte da programação do evento, ocorreu a II Capacitação dos Conselheiros Regionais Titulares e Suplentes, às 9h, no auditório da Prefeitura de Bagé.


Na ocasião, cujo cerimonia de abertura foi elaborada pelo vice-presidente Luiz Antonio Castro dos Santos, o Assessor do CRT-RS, Simei Assis, realizou uma apresentação do Relatório de Gestão das Atividades do CRT-RS do ano de 2021. Assis traçou um panorama do Conselho, destacando os desafios da criação da nova instituição e as atipicidades trazidas pela pandemia. Apesar disto, ele ressaltou que o Conselho se esforçou desde sua criação ao aprimoramento, criando novas logísticas, que resultaram em crescimento, mesmo diante deste momento. Segundo sua apresentação, em 2020, o CRT-RS registrou 1022 novos Técnicos enquanto em 2021 o número foi o de 1445. Quanto as empresas, em 2020, foram registradas 196 novas empresas e, em 2021, 162. Em 2020 foram registradas 20.811 TRTs (Termo de Responsabilidade Técnica e, em 2021, o número subiu para 31.014, um aumento de mais de 42%. Para Assis, isto é resultado na confiança no Conselho, onde o Técnico pode rapidamente registrar seu TRT e é atendimento pela equipe de forma ágil. Foram 9.583 atendimentos realizados apenas em 2021.


Assis também realizou uma apresentação sobre a Execução orçamentaria e o

Planejamento Estratégico do CRT-RS no Ciclo 2022. A partir de seminários realizados em Brasília em 2021, foram contemplados cinco Propostas de Estratégias Nacionais para todo o Sistema CFT/CRT’s a serem desenvolvidos por todos Regionais. São elas: Fiscalização (promoção do desenvolvimento por meio do fortalecimento das relações do Sistema CFT/CRT’s com órgãos públicos e empresas juntamente com investimento em novas tecnologias), Comunicação (impulsionar as redes sociais e investir em um plano de comunicação integrada com o CFT/CRT’s), Transformação Digital (promover a transformação digital de macroprocessos, procedimentos operacionais padrão e digitalização de processos), Sustentabilidade Financeira (Diretrizes nacionais para o sistema com objetivo de reduzir inadimplência e aumento da receita com perspectiva de 10%), Capacitação (Fomentação a capacitação dos agentes do Sistema CFT/CRT’s com foco em gestão pública e fomentar trabalhos inter setoriais, grupos de trabalho em nível nacional).


Ao final do evento, o Presidente do CRT-BA, Sandro Augusto Vieira da Silva, falou sobre a experiência de seu Conselho Regional com a Transformação Digital. "A pergunta que precisamos fazer é: para cada 100 mil novos técnicos quantos profissionais deveram ser contratados para dar suporte a eles? Digo que tudo será robotizado. Estamos discutindo como fazer essa ampliação sem onerar o Conselho, o processo de capacitação está sendo forte entre equipes e Conselheiros. Esta capacitação é nossa bandeira", discorreu. Silva também relatou a experiência de fiscalização por videoconferência, que está agilizando o processo com alta qualidade e custo-benefício, enfatizando as qualidades e a eficiência trazidas pela tecnologia.

36 visualizações0 comentário